Pesquisar este blog

Carregando...

quinta-feira, 24 de março de 2011

“Só deixarei de te amar quando o véu da morte cobrir meus olhos. Então, em minha sepultura, nascera um cravo branco, cujas pétalas estará escrito, em linhas de sangue… Eu ainda te amo!”

Dizem que quando a dor não cabe mais no coração, ela transborda pelos olhos.
Confesso que as lágrimas que rolam pela minha face, poderiam ter sido impedidas
se eu contasse toda a verdade.. Mas me falta coragem.. E quando eu finalmente resolvo contar, recebo uma notícia, que fez o meu mundo desmoronar.
Eu tento ao máximo disfarçar a dor que eu realmente estou sentindo.
Hoje o sorriso em minha face não passa de uma mera expressão exterior sem sentimento algum.
Acho que o sorriso em meu lábios se tornou tão falso, que ficou impossivel distiguir se estou mesmo sorrindo.
Acho que um sorriso verdadeiro, vai demorar pra nascer de novo em meu rosto. Estou fazendo de tudo para esquece-lo. Mas quanto mais eu tento, mais eu lembro.. e é isso que está fazendo meu coração se partir em pedaços. Será que isso que eu estou sentindo é realmente amor?
Será que essa dor é o resultado de amar e não revelar?
Está tão queto aqui, que posso ouvir até mesmo os batimentos do que restou do meu coração.
Estou cansada de chorar, tão acabada que acho que não restaram mais lágrimas. Será que vou superar? Será que vou conseguir juntar meu coração? Será que de alguma forma, ele descobriu e resolveu pisar em meu coração, só para mostrar que ele não precisa mais de mim?
Onde está aquele ombro amigo, na hora em que mais precisamos?
Amanhã será um novo dia.. Tenho que sair, com um sorriso no rosto, para que ninguém perceba o que realmente aconteceu hoje.

“Só deixarei de te amar quando o véu da morte cobrir meus olhos. Então, em minha sepultura, nascera um cravo branco, cujas pétalas estará escrito, em linhas de sangue… Eu ainda te amo!”

PS: Não tenho forças, para revelar o nome da pessoa, que mesmo sem perceber está acabando comigo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

você também poderá gostar de: